Cupcake de matcha depurativo

Cupcake de matcha depurativo

Excelente para desinflamar e energizar! Uma sobremesa em forma de farmácia natural graças ao MATCHA, conhecido também como o chá verde japonês. Sabias que uma colher deste “superalimento” representa mais de 10 chávenas de chá verde?

Semanas antes da colheita do Matcha, também conhecido como o chá verde japonês, a planta é coberta e protegida dos raios do sol para promover um crescimento mais lento. O objetivo é também aumentar a concentração de clorofila, substância semelhante à nossa hemoglobina (sangue), aminoácidos e especialmente de L-teanina.

A pesar de ser um estimulante, o Matcha produz uma sensação de relax graças à L-teanina. Reduz a tensão física e mental e melhora a concentração mental e o estado de ânimo.

Ingredientes para a base:

– 3⁄4 chávena de amêndoa sem pele ao natural

– 1⁄4 chávena de lâminas de coco ao natural

– 6 tâmaras medjool

– 1 csp de cacau puro em pó

– 2 csp de pepitas de cacau

– 2 csp de óleo de coco virgem (estado líquido)

– 1 ccf essência de baunilha

– 1 pitada de sal rosa dos Himalaias ou marinho

Ingredientes para o recheio:

– 2 chávenas de caju (previamente demolhado – mínimo 6h)

– 1⁄2 chávenas de bebida vegetal de amêndoas

– 3 csp geleia de seiva ou ácer, agave, arroz (ou adoçante preferido).

– 2 csp de sumo de limão

– 1/2 csp de matcha

– 1 c de essência de baunilha

– 2 csp de óleo de coco

– 2 csp de manteiga de coco

– Uma pitada de sal rosa dos Himalaias ou marinho

Método de preparação:

  1. Pulverizar as amêndoas. Adicionar o resto dos ingredientes da base até obter uma massa cuja textura é pegajosa quando amassamos um pedaço ou formamos uma bolinha.
  2. Espalhar a massa sobre a base de uma forma (aro redondo ou quadrado tipo focaccia) com papel vegetal. Pressionar com a parte exterior dos dedos da mão para compactar a mistura e evitar que rompa.
  3. Colocar a base no congelador em quanto se prepara o recheio.
  4. Adicionar ao copo da liquidificadora (tipo Vitamix) o caju juntamente com a bebida de amêndoa, a geleia de seiva (ácer), o sumo de limão, a essência de baunilha e o sal rosa dos Himalaias. Triturar até conseguir um creme suave e sem pedaços de fruto.
  5. Acrescentar o matcha e o óleo de coco ainda com a liquidificadora em funcionamento (com a potência baixa) para que se misture lentamente e não emulsione.
  6. Verter o recheio sobre a base e congelar durante seis horas no mínimo.

DICA: para evitar que a tarte cristalize ou ganhe gelo convém tapar com papel film.

NOTA: para converter o recheio num creme mais espesso (tipo ganache) é preciso adicionar mais manteiga de cacau ou de coco. Verter a massa dentro de um saco pasteleiro e reservar no frigorífico para obter um creme consistente.


Legenda

– gr: gramos – l: litro – mL: mililitros – c ou csb: colher pequena de sobremesa – C ou csp: colher de sopa -X: xícara, cup ou chávena (+/- 250 ml de líquido) ou uma medida de copo estándar para toda a receita – ccf: colher de café

Catarina Valente
Contactos

Add a Comment

You must be logged in to post a comment